Por que investir na saúde corporativa é essencial à produtividade

Para você é fundamental manter a saúde dos colaboradores? Se você respondeu que sim, faremos outra pergunta: quais são os principais motivos? Se você estiver considerando apenas os custos de saúde, você pode estar contratando os programas inadequados para suas necessidades. Vamos mostrar por que o investimento na saúde é essencial para aumentar a produtividade.

Há muitos anos, a questão da saúde corporativa era abordada apenas para remediação de problemas de saúde. Depois surgiram práticas para prevenir esses problemas. Hoje já se fala em programas para manter promover a saúde. 

Qual é a diferença? Estamos considerando opções que sejam viáveis para  necessidades do colaborador e da empresa. Essas precisam ser duráveis e trazer resultados reais para a organização. Então, como classificar o desafio da saúde para as organizações?

O desafio da saúde corporativa

Os problemas de saúde geram muito afastamento. De acordo com a OMS(Organização Mundial de Saúde), a depressão está no segundo lugar no ranking de doenças que mais afastam os colaboradores do posto de trabalho.

Com um cenário de cotidiano agitado, reuniões em excesso, rotina de muitas horas extras, enfrentamos muitos desafios para tornar a saúde e o bem estar conceitos pilares para a organização. 

Por esse motivo, promover a saúde e a qualidade de vida através de programas de bem-estar corporativo faz a diferença! Os colaboradores passam a se sentir mais engajados e, consequentemente, tornam-se mais produtivos. 

Um colaborador que tem esse incentivo é capaz de entregar mais e com mais qualidade. Ele pode até superar expectativas e estimular outros colegas. Ao mapear o histórico do colaborador, acompanhá-lo de perto faz parte de trabalhar o bem-estar e entender suas necessidades.

Relação entre saúde corporativa e resultados da empresa

Em um mercado cada vez mais competitivo, as empresas que desejam crescer e se destacar precisam investir em uma equipe de qualidade e com alto rendimento.

De acordo com o Luiz Edmundo Rosa, Diretor de Desenvolvimento de Pessoas da ABRH Brasil, os planos de saúde individuais e coletivos representam o segundo maior gasto de pessoal das companhias. Mesmo assim não são todas as empresas que desenvolvem ou investem em programas que beneficiam a saúde. 

Aumentar os níveis de satisfação e saúde do colaborador, melhorar o clima organizacional. Esses são alguns dos resultados que são gerados quando um programa de incentivo à saúde é implementado. 

Soluções para empresas

A primeira verdade que queremos trazer é que a saúde corporativa impacta na produtividade: ter boas condições de trabalho, preocupar com os possíveis riscos que a saúde dos colaboradores passa é fundamental para desenvolver um bom ambiente de trabalho. Além disso, reflete na diminuição de gastos por absenteísmo.

Dessa forma notamos a importância do investimento na saúde corporativa para a produtividade. Implantar programas que estimulem a prática de atividade física, como em competições, além de melhorar a qualidade de vida impacta na integração de pessoas. 

Trabalhar em melhorias que promovam o relacionamento entre os colaboradores pode atingir outros níveis de expectativa, além da saúde física, trabalhar problemas que sejam da dinâmica da organização. 

Um estudo conduzido pelo Medibank Private descobriu que os funcionários mais saudáveis são quase três vezes mais produtivos que seus colegas doentios. Os funcionários mais saudáveis ​​trabalharam 159 horas efetivas em horas efetivas por mês, comparadas a 43 horas efetivas pelos funcionários menos saudáveis.

Nesse momento é importante refletir sobre o atual cenário da sua organização e ver qual tipo de implementação é necessária para melhorar a qualidade de vida dos seus colaboradores. 

Além de reduzir os custos, e aumentar a produtividade, a qualidade de vida deve ser um dos focos da empresa! Gostou do artigo? Acompanhe nosso blog e saiba mais sobre produtividade e bem estar!

Recommended Posts